Notícias

Apoiada em commodities, Bovespa sobe 0,36% em dia volátil.

13/01/2009 15:55

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - O dia de recuperação nos mercados de commodities lastreou o apetite dos investidores pelas principais ações da Bolsa de Valores de São Paulo, que teve leve alta, num dia de intensa volatilidade.

Depois de oscilar 1.700 pontos entre máxima e mínima, o Ibovespa fechou com leve avanço de 0,36 por cento, aos 39.544 pontos. O sobe-e-desce dos índices, acompanhando à distância a indefinição em Wall Street, afastou parte dos investidores, deixando o pregão à mercê de operações curtas, que implicou num modesto giro financeiro de 3,68 bilhões de reais.

Durante boa parte da sessão, o medo de que os balanços do quarto trimestre mostre que os estragos da crise nos resultados das empresas foram maiores do que o esperado por analistas colocou os investidores na retranca. Especialmente depois de Alcoa ter aberto a temporada com prejuízo acima das projeções.

Além disso, temores de que grandes colossos financeiros, como o Citigroup, divulguem novas perdas relacionadas à crise de crédito, pressionou as ações de empresas do setor, movimento que contaminou até os papéis de bancos brasileiros, que fecharam o dia entre os líderes de perdas.

Bradesco desabou 3,87 por cento, a 22,36 reais. Itaú cedeu 3,66 por cento, valendo 26,34 reais. No entanto, a recuperação nos preços de commodities chamou de volta as ordens de compra para ações de algumas das principais companhias domésticas.

Petrobras avançou 0,84 por cento, para 23,95 reais, depois de a cotação do barril do petróleo subir com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) declarando que pode cortar a produção novamente se o mercado seguir superabastecido. Na mesma mão, Vale ganhou 2,2 por cento, para 26,75 reais, seguindo-se à recuperação dos preços de metais.

"Também teve uma contribuição do Bernanke para dar alguma sustentação aos negócios", disse Álvaro Bandeira, diretor de renda variável da corretora Ágora em referência ao discurso do chairman do Federal Reserve.

Ben Bernanke afirmou nesta terça-feira, durante discurso na London School of Economics, que o estímulo fiscal não será o bastante para promover a recuperação duradoura da economia dos Estados Unidos e que mais medidas a bancos podem ser necessárias. Operadores também lembraram que Petrobras e Vale são os principais alvos da disputa pelos contratos de opções sobre ações, que têm exercício na próxima segunda-feira.

Fonte: REUTERS

voltar    Saiba mais

IMEC - Instituto de Apoio a Ações Mercadológicas, Educacionais, Empresariais e Econômicas
Av. Romualdo Galvão, 703 - Ed. Trade Center - Sala 705, Lagoa Nova, Natal/RN
CEP: 59056-100, fone/fax: +55 84 3201 0582, e-mail: imec@imecbr.com.br